Michel Foucault e as insurreições: é inútil revoltar-se?

5d904f_9fcfafa3c0f04c56a94cc3a1919081ba-mv2_d_2478_3501_s_4_2Michel Foucault e as insurreições: é inútil revoltar-se?, Margareth Rago, Sílvio Gallo (orgs.).

Thanks to Marcelo Hoffman for the link to this collection, who says that many of the contributors will also be contributing to the next issue of the Carceral Notebooks.

O X Colóquio Internacional Michel Foucault, realizado na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) entre 24 e 27 de outubro de 2016, teve como proposta de reflexão as revoltas, as resistências e as insurreições na filosofia desse pensador. Procurou discutir a dimensão da liberdade, da desobediência e das lutas em suas reflexões, na contramão das leituras simplificadoras, para não dizer ressentidas, que se satisfazem em enquadrar sua filosofia como antiemancipacionista, isto é, como incapaz de fornecer saídas, a despeito das brilhantes análises sobre o exercício do poder na vida cotidiana.
Assim, este livro, organizado a partir de um conjunto de textos especialmente escritos para o evento e devidamente revistos por seus respectivos autores, nos apresenta um amplo panorama do pensamento de Michel Foucault e derivações dele para pensar nossas questões contemporâneas.

 

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s